Carta AÍ VOCÊ ME QUEBRA

carta_quebra

Carta AÍ VOCÊ ME QUEBRA

Mensagem: AÍ VOCÊ ME QUEBRA

Número: 8

Comentário: A Carta AÍ VOCÊ ME QUEBRA é uma carta da categoria aviso importante, prima-irmã distante do telegrama urgente. Aquela carta da mensagem quente: aí, meu nobre, aí você me quebra. É um alerta, um aviso, um sinal. Porque ali, ali não tem problema, ali é contigo. Aqui também, aqui tá tudo certo, cheguei pro lado. Mas aí… aí é foda, aí você me quebra. E quebrar é entrada no joelho, é puxada de tapete, é nuca no chão, é bota de gesso, é faixa na mão. É luvinha de Ana Maria Braga. Podendo evitar, é bom.

Agora, a Carta AÍ VOCÊ ME QUEBRA não é uma carta milagrosa não, que você vai lançar e vai parar o mundo pra você sair da reta da bigorna. Não vai. A bigorna vai descer matando. E matando você. Assimila o golpe e toca a harpa pra subir. A Carta AÍ VOCÊ ME QUEBRA é uma carta de 2 tempos, mobilete. Você vai lançar antes, mas a mensagem fica pra depois. É só pra deixar claro de quem foi o vacilo. E o bacilo foi de Koch, porrada nele. A Carta AÍ VOCÊ ME QUEBRA é pra isso, pra deixar marcado na árvore que ali passou um cachorro magro.

Um uso direto da Carta, só num coisa de pai pra filho doido mesmo. Muito raro. – Papai, se eu jogar essa pedra bem aqui na sua perna? – Aí você me quebra, filho. – E se eu jogar bem aqui, no meio do seu braço? – Aí, também, filho. – E aqui, bem no meio da sua testa? – Me dá essa pedra aqui. – Não.

Exemplos ilustrativos de Uso:

Tu chamou aquele cara chato pra caralho da loja de telefonia da galeria do teu escritório pra jogar a tua pelada, que é nervosa, altamente competitiva, 5 times na de fora, 20 reais por cabeça e o filhadaputa me aparece de camisa pólo gola arrombada, meio bata, bermuda jeans colada e nos pés, ao invés de uma chuteira, um belo dum mocassim canoa de couro, daqueles ainda com uma franjinha bliblibli no bico? Cartinha nele! AÍ VOCÊ ME QUEBRA, caralho! Que porra de roupa é essa?! Que mocassim é esse? Beleza, tu bota no teu time pra assumir a merda. Mas na primeira bola, ele mata na gola, bota no solo, come o primeiro, entorta o segundo, adianta a criança e mete um foguete pra dentro do gol que entra bola, goleiro, mocassim, franja e o escambau. 1 a zero, nós.

Você partiu com o seu amigo prum encontro no estilo MC Duplinha, ele pra pegar a princesinha e você pra pegar a irmã da princesinha, que é muito mais gatinha, você vai ver, só que chegou na hora, rã advinha, a irmã dela é o maior dragão de Komodo? Cartinha AÍ VOCÊ ME QUEBRA pro amigo, no estilo Didi, caiu uma revista aqui. E depois parte pra amizade com a Komodo também. Não pode correr, senão quem leva a Carta é você. Apostou no MC Duplinha? Agora atura o parabéns.

E pra fechar violento. Tu discutiu, peitou no bar, gritou, xingou e chamou pro boxe, mas seu mais novo inimigo, com mais sorte do que força, arrumou uma madeira comprida e está prestes a te dar uma bela madeirada no meio do fuça? Fudeu. Se tentar lançar a Carta AÍ VOCÊ ME QUEBRA no escudo, arriscado perder tudo. Claro que existe uma pequena chance do seu inimigo se confundir com a Carta, que porra é essa, e nesse soluço, tu conseguir se fugir correndo. Mas é dificil. E é bem capaz de tu de fugitivo levar uma madeirada nas costas, que de positivo, pode acabar soltando aquela placa de catarro tosse de cachorro, que você guarda há 20 anos de cigarro nas profundezas do pulmão. Tu vai cuspir no chão tipo um pé-de-moleque. Não assusta não. De qualquer forma, tem que tomar cuidado pra não ficar virando de costas pra inimigo, que inimigo se aproveita é desse tipo de ingenuidade e com uma madeira na mão, pior ainda. Pode tanto vir por cima, carimbando o passaporte pra Dom Lázaro Melaw, ou vir por baixo subindo na impalada da idade média calibre 25, arrebentando tudo no ódio e/ou deixando uma saudade imensa pra quem é mais afoito, opa, afeito a esse tipo de intimidade.

. . .

OUTRAS CARTAS JÁ OBSERVADAS POR AÍ:

tb_fodasetb_naometessatb_calmatb_choratb_parabenstb_poodletb_falatudotb_quebratb_epilha2tb_10_vaitb_11_temtb_12_voltatb_13_solta