Essa é a História de Lucas, o Jovem

Lucas tem um estranho dom: ele canta em um tom que não existe, mas que se encaixa perfeitamente em qualquer música. Nas rodas de amigos, nos luais, para Lucas, basta abrir a boca e querer cantar que ele canta; num tom estranho, mas agradável. E ele é assim. E canta qualquer música, é só dizer a letra.

Vai dizer que você também não queria ser igual a Lucas, o jovem?

Queria sim!

Vai dizer que você também não queria cantar sem atrapalhar quem está cantando?

Queria sim!

Porque cantar eu também canto. E você também. Mas não basta.